shutterstock_613464041

As principais dúvidas sobre o curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas

FAPCE.

Para alguns, a escolha de uma faculdade é fácil e decidida antes do ensino médio; para outros é um processo constante de autoavaliação e reflexão. Isso ocorre porque é comum estar interessado em uma área — como o curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas —, mas não se sabe muito a respeito de como é a graduação ou da situação do mercado de trabalho do setor.

Assim, elaboramos este conteúdo com as principais dúvidas sobre o curso a fim de ajudar você que está pensando em estudar Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Continue acompanhando e veja mais a seguir!

Curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas

O Analista de Sistemas precisa saber programar?

Quando se trata de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, a maioria das pessoas que não sabe muito sobre essa área pensa que ela se resume à programação de sistemas. Isso reflete uma ideia restrita, pois o setor está longe de ser limitado dessa forma.

Aqueles que começam a graduação aprenderão sobre programação, porém, o curso propicia um grande leque de opções. Ao longo da faculdade, os alunos aprendem as técnicas, padrões e aspectos metodológicos que não afetam apenas a programação do sistema, mas também as etapas de seu design, implementação, manutenção e otimização.

curso de análise e desenvolvimento de sistemas

Com esse conhecimento, eles são capazes de trazer mudanças significativas no mercado, visando melhorar o uso da tecnologia da informação nos negócios e, em particular, a melhorar a experiência do consumidor tanto na compra de bens e produtos quanto nos serviços. 

Quais são os tipo de graduação existentes?

Dependendo da instituição de ensino, a  Análise e Desenvolvimento de Sistemas pode ser oferecida em grau de bacharelado, de licenciatura ou como um curso tecnológico. 

O curso tecnológico é a escolha mais comum. Isso porque este é um curso que possui muitos conteúdos práticos, que exigem experimentação constante dos alunos. Além disso, a conclusão tecnológica tem uma duração mais curta e se concentra nas necessidades atuais do mercado.

Como é a grade curricular e as atividades práticas do curso?

O currículo do curso oferece ao aluno um aprofundamento em áreas estratégicas da profissão, através de disciplinas que exploram desde a criação até a melhoria de vários sistemas. 

No decorrer de cada semestre os estudantes participam de projetos interdisciplinares e de atividades práticas que lhes permitem fazer o que aprenderam em sala de aula. A partir disso, eles são capazes de mesclar o conhecimento adquirido em diferentes disciplinas e  de se preparar devidamente para enfrentar o mercado de trabalho.

Quais são os tipos de vagas disponíveis para o Analista de Sistemas?

Os empregos oferecidos pelas empresas são baseados no nível de experiência que os candidatos apresentam no processo de seleção. De todo modo, os profissionais da área — sejam recém graduados ou com anos de experiência — podem atuar em empresas de consultoria de TI, portais de grandes veículos de comunicação, instituições financeiras, entre outras companhias.

Como você pode perceber, o curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas não se resume a ensinar programação aos seus profissionais. Ele prepara o aluno para entender e dominar as várias atividades envolvidas no desenvolvimento e no aprimoramento de vários sistemas. Não é à toa que se trata de uma área em crescimento - e com grandes expectativas.

Gostou do nosso conteúdo? Então conheça a carreira de Análise e Desenvolvimento de Sistemas e dê o primeiro passo rumo à sua carreira de sucesso!

Conheça a carreira de Desenvolvimento de Sistemas!

 

Mais Posts