Profissional formada no Curso de Engenharia de Produção em atuação trajada com EPI

3 porquês para fazer o curso de Engenharia de Produção

FAPCE.

O curso de Engenharia de Produção compreende a ciência dos materiais relacionando-os à fabricação industrial, ao design, à mecânica e à aplicações. Conheça os verdadeiros motivos para se tornar um profissional de engenharia.

Curso de Engenharia de Produção

A crescente importância da Engenharia de Produção

Vivemos em uma era de processos de fabricação cada vez mais inovadores e rápidos, tecnologia complexa e avanços em sustentabilidade. Naturalmente, o trabalho de um engenheiro de produção se tornou ainda mais importante.

As organizações públicas e privadas estão clamando por profissionais qualificados, com habilidades analíticas e competências para integrar sistemas de informação, soluções comerciais e organizacionais.

Aos que desejam se especializar nessa área, a graduação em Engenharia de Produção pode ser uma ótima opção, pois, combina disciplinas de mecânica, mecatrônica, administração, economia e gerenciamento de negócios.

Veja um exemplo prático da demanda do mercado por esse profissional: uma indústria hoje não precisa apenas produzir um produto, mas também saber implementar processos de produção eficientes e capazes de atender às necessidades do mercado, considerando o custo, a qualidade e o prazo de entrega adequados.

Bem, tudo depende do tipo de produção em que você está realmente envolvido. Se tem interesse em petróleo ou gás, trabalhará em grandes empresas de energia, ajudando-as a melhorar seus processos e tornando as coisas ainda mais econômicas.

Profissionais formados no curso de Engenharia de Produção

Se você estiver trabalhando no mundo empolgante de bens de consumo em movimento rápido, poderá estar na linha de distribuição de uma rede de supermercado. Aqui, aconselhará a empresa sobre como embalar mais três maçãs nessa caixa ou a economizar 50 reais por remessa enviada.

Essencialmente, seu trabalho será responder a pergunta: “como isso pode ser produzido de uma maneira melhor?” Se você acredita que pode criar boas mercadorias ou se sua cabeça é uma esteira transportadora, trazendo uma ideia inovadora após a outra, o curso é definitivamente perfeito para você. 

No tópico seguinte, saiba se há um papel em Engenharia de Produção para você.

Motivos para estudar Engenharia de Produção

O curso de Engenharia de Produção propõe o desafio de treinar de maneira abrangente os engenheiros para o trabalho nas cadeias de valor internacionais. A estrutura do programa é composta pelos cinco módulos de produção: engenharia, gerenciamento, comunicação intercultural e perfil profissional. 

Veja a seguir os 3 porquês que o levaram a escolher essa graduação:

  1. Para enfrentar os crescentes desafios e oportunidades da economia globalizada, como um líder qualificado. Para isso, é importante adquirir os conhecimentos necessários em inovação tecnológica, soluções científicas, gerenciamento abrangente e habilidades interculturais para assumir uma posição nessa área.
  2. Conquistar habilidades técnicas em disciplinas de engenharia, como o desenvolvimento de processos, ferramentas de fabricação, modelagem e simulação, controle de qualidade e avaliação econômica é um diferencial. 

  3. A graduação oferece qualificação em tecnologias em expansão, como energias renováveis: fotovoltaica e eólica. Os estudos são orientados em torno dos requisitos da prática comercial e consideram as etapas relevantes do processo de criação de valor. 

Descrição do trabalho do engenheiro de produção

Os engenheiros de produção terão tarefas de projeto relacionadas a materiais, processos e fluxos de trabalho. Eles desempenham essas funções usando ferramentas de desenho e/ou softwares de design, como o CAD. Eles provocam feedback de colegas ou clientes para fazer os ajustes apropriados. 

Eles devem manter o gerenciamento informado sobre o status do processo de design e o andamento do projeto. No início do projeto, eles são responsáveis ​​por estimar os custos de produção e a recomendar métodos com maior economia de custos. Se houver alguma alteração obrigatória no escopo previsto, devem determinar o efeito financeiro na produção e apresentar suas descobertas à gerência. 

Os engenheiros de produção devem desenvolver métodos eficientes de projeto e fabricação para encontrar o equilíbrio certo entre custo, segurança e qualidade. Os engenheiros de produção sênior podem ser responsáveis ​​pelo agendamento da produção e, portanto, devem poder cumprir metas e prazos. Outras funções administrativas incluem controle de qualidade, planejamento de operações e compras relacionadas à produção.

Mercado de trabalho 

As oportunidades no mercado de trabalho são frequentemente encontradas em gerenciamento e administração, engenharia mecânica e elétrica.

Um indicador da demanda de profissionais com ensino superior dessa especialidade é a oferta de estágios na área. Muitas vezes, os recém formados recebem uma oferta de emprego, logo após concluir com êxito sua graduação.

O profissional Engenharia de Produção passa por diferentes níveis hierárquicos dentro das empresas e recebe um salário correspondente ao seu tempo de experiência. Tomando como base as pesquisas do site Catho, temos três etapas principais nessa carreira:

  • estagiário: auxilia no desenvolvimento de projetos, no controle da produção e dos métodos de trabalho. Faixa salarial: R$ 1.120,74;
  • trainee: aprimora atividades de controle da produção, identifica a necessidade de suprimentos e etc. Faixa salarial: R$ 2.185,00;
  • engenheiro de produção: é o profissional com experiência no mercado, que atua diretamente na gestão de projetos e otimização de processos e sistemas. Faixa salarial: R$ 6.228,85.

Tanto os empreendedores quanto os que trabalham como funcionários se beneficiam especialmente da combinação de educação gerencial e técnicas orientadas de habilidades alcançadas.

O conhecimento e a qualificação adquiridos por meio da participação no curso de Engenharia de Produção, permitem que os alunos se candidatem a vagas em empresas e organizações orientadas para a tecnologia ou que sejam empreendedores.

A estrutura modular do programa permite que os estudantes definam um foco individual, de acordo com seus interesses,possibilitando, quando desejado, a especialização em tecnologias de produção, gerenciamento ou energias renováveis.

Saiba mais sobre as áreas principais de atuação da Engenharia de Produção.

Conheça as áreas da Engenharia de Produção!

Mais Posts